Home / Alerta / Celulares e tablets estão causando mal em bebês e crianças

Celulares e tablets estão causando mal em bebês e crianças

Celulares e tablets estão causando mal nunca antes observado em todos bebês e crianças, conheça esse estudo antes que seja tarde.

Ainda de acordo com o autor da pesquisa, bebês menores de dois anos não devem mexer em celulares ou tablets.

Realizada pelo psicólogo Dr. Aric Sigman, uma pesquisa foi publicada na revista científica Journal of the International Child Neurology Association e faz um importante alerta sobre o uso de celulares e tablets entre bebês e crianças.
Neste estudo é demonstrado o alto vício de bebês e crianças na tecnologia. Isso ocorre pois a exposição à tecnologia logo cedo, altera a estrutura cerebral. Algumas crianças não sofrem com isso mas, as que possuem uma predisposição a desenvolver dependência, acabam tornando-se viciadas.
Ainda não é possível saber quais crianças correm ou não este risco. Por este motivo Dr Sigman orienta para que evitem ao máximo a exposição de aparelhos eletrônicos e tecnológicos às crianças. A partir de 02 anos é o mínimo. A mesma orientação também é passada pela Academia Americana de Pediatria

“A maioria das crianças vão olhar para essas telas e não vão desenvolver uma dependência, assim como a maioria das pessoas vão beber e não vão virar alcoólatras. Mas para aquelas que têm predisposição genética, a exposição às telas desde cedo e por muito tempo pode fazer com que ela desenvolva uma dependência”, afirmou o Dr. Sigman em entrevista ao jornal britânico DailyMail.

Pessoas dependentes da tecnologia acabam ficando reclusas, podem ser ou não mais inteligentes mas, se isolam e acabam por sofrer abstinência se ficam sem seus aparelhos e a tecnologia que os envolve.

Celulares e tablets estão causando mal em bebês e crianças

CELULARES E TABLETS
Celulares e tablets estão causando mal

Com a participação de 248 crianças e adolescentes com idades entre 05 e 17 anos, Dr. Sigman realizou esta pesquisa. Nesta, os jovens tiveram seus cérebros avaliados por meio de ressonância durante três anos e foi então observado diferença entre os cérebros dos que tiveram mais ou menos tempo de exposição à tais materiais.

“As pessoas não percebem, mas o uso frequente de celular e outras telas não é um problema social ou cultural, é médico”, conclui o Dr. Sigman.

E, um problema que afeta bebês, crianças, jovens e adultos, ou seja, a humanidade.

Curta Nossa Fan Page

Check Also

FITA DE CABELO

Bebê de apenas 14 semanas morre por causa de fita de cabelo

Mãe faz um alerta para as outras mães depois que sua bebê de apenas 14 …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *